SAIR
 
AXNews
Newsletter Aluísio Xavier
 
   
Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região - 11/02/2011 | TRABALHO E PREVIDENCIÁRIO
TRT3 - Empresa é condenada pela prática de dumping social
AUMENTAR A LETRA DIMINUIR A LETRA
Atuando no Posto Avançado de Iturama, o juiz substituto Alexandre Chibante Martins, auxiliar na Vara do Trabalho de Ituiutaba, condenou uma grande empresa a pagar ao empregado uma indenização pela prática de dumping social (produção de mercadorias mais baratas com a exploração da mão-de-obra adquirida a baixos custos, através da utilização de formas precárias de trabalho, em desrespeito às normas trabalhistas, gerando concorrência desleal e danos à sociedade). Na visão do juiz sentenciante, as repetidas tentativas da reclamada de burlar a legislação trabalhista caracterizam a prática do dumping social.



Ao consultar o banco de dados do TRT mineiro, o magistrado constatou que, nos últimos cinco anos, foram movidas mais de 600 ações trabalhistas contra o reclamado, versando sobre pagamento de horas extras, intervalo para refeições e adicional de insalubridade. No processo analisado pelo juiz, ficou demonstrado ainda o descumprimento da obrigação de pagar o adicional de insalubridade para trabalho em local frio, sendo que a empresa apresenta alto risco de acidentes e condições ergonômicas inadequadas para os trabalhadores.



Reprovando as repetidas condutas patronais caracterizadas como dumping social, o juiz enfatizou que essa prática precisa ser combatida pelo Judiciário trabalhista, porque constitui ato ilícito, por exercício abusivo do direito, já que extrapola limites econômicos e sociais. Em relação a esse tema, o magistrado citou o Enunciado nº 4, aprovado na 1ª Jornada de Direito Material e Processual na Justiça do Trabalho, realizada no final de 2007. Com base nesse Enunciado, esclareceu o juiz que o fundamento legal para impor ao agressor reincidente uma indenização suplementar pela prática de dumping social está no artigo 404, parágrafo único, do Código Civil. O magistrado destacou ainda as conclusões do 1º Congresso Mineiro sobre Trabalho Rural, realizado em Pouso Alegre-MG, promovido pela Escola Judicial do TRT mineiro em parceria com a Faculdade de Direito de Pouso Alegre, e que contou com o apoio da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, quando da realização da oficina II, a qual tratava da efetividade da Justiça na prevenção e punição à ocorrência do trabalho escravo. Uma das conclusões apresentadas no evento foi a de que as decisões dos magistrados devem ser "proferidas para além da indenização dos danos já ocorridos, também utilizando-se dos instrumentos da tutela inibitória ou da condenação por dumping social a fim de evitar a reiteração dos ilícitos".



Nesse contexto, diante da constatação do ato ilícito da reclamada, o juiz de 1º grau fixou uma indenização no valor de R$2.000,00, a ser paga pela empresa em parcela única, em favor do reclamante, como forma de punição pela prática do dumping social. Os recursos interpostos pelas partes aguardam julgamento no TRT de Minas. (RO nº 00631-2010-157-03-00-1 )

 
 
   

MAIS NOTÍCIAS RELACIONADAS

Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região - 21/02/2011
TRT3 - Dívidas e cheques devolvidos não podem mais gerar justa causa de bancário
Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região - 21/02/2011
TRT4 - Produção de book fotográfico não caracteriza vínculo de emprego
Tribunal Superior do Trabalho - 21/02/2011
TST - Trabalhador não consegue comprovar culpa da empresa em acidente de trabalho
Tribunal Superior do Trabalho - 21/02/2011
TST - Dirigente sindical tem estabilidade desde a criação do sindicato
Câmara dos Deputados Federais - 18/02/2011
Projeto cria a figura do trabalhante em contratos de emprego
Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região - 18/02/2011
Empregador é obrigado a fornecer o PPP para empregado que trabalha em condições perigosas ou insalubres
Tribunal Superior do Trabalho - 18/02/2011
Empresa é liberada de pagar gastos com vestuário de consultora de vendas
Tribunal Superior do Trabalho - 18/02/2011
Trajeto interno deve ser calculado como horas extras
Tribunal Superior do Trabalho - 18/02/2011
Vendedor com salário fixo não recebe adicional pela atividade de inspeção
Tribunal Superior do Trabalho - 18/02/2011
Tribunal afasta prescrição em ação movida por sucessores de empregado vitima de acidente de trabalho
Tribunal Superior do Trabalho - 18/02/2011
Vigilante ferido em assalto a carro-forte receberá indenização
Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região - 14/02/2011
TRT2 - Empregado vítima de assaltos obtém estabilidade acidentária
Tribunal Superior do Trabalho - 14/02/2011
TST - Sexta Turma confirma estabilidade de dirigente sindical
Tribunal Superior do Trabalho - 14/02/2011
TST - Empregados de cartório são regidos pela CLT
Supremo Tribunal Federal - 14/02/2011
STF - Empresa questiona decisão que declarou ilegal terceirização de call center
Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região - 10/02/2011
TRT3 - Empregador deve respeitar liberdade de associação dos trabalhadores
Tribunal Superior do Trabalho - 10/02/2011
TST - Ex-funcionário da Telemar aposentado por invalidez ganha R$ 97 mil por dano moral
Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região - 11/02/2011
TRT15 - Petição protocolada pelo sistema e-doc antes da meia-noite do último dia do prazo é tempestiva
Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região - 11/02/2011
TRT4 - Atraso no pagamento de salários gera indenização por dano moral
Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região - 11/02/2011
TRT3 - Empresa é condenada pela prática de dumping social