SAIR
 
AXNews
Newsletter Aluísio Xavier
 
   
Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região - 11/02/2011 | DIREITO TRIBUTÁRIO
TRT14 - Receita altera IR sobre ações trabalhistas e atrasados do INSS
AUMENTAR A LETRA DIMINUIR A LETRA
A Receita Federal publicou terça-feira, dia 08.02, uma instrução normativa que corrige a tributação do Imposto de Renda sobre rendimentos acumulados, que podem ser de trabalho, benefícios de previdência, aposentadoria e pensão, por exemplo.



Na prática, a pessoa que receber valores acumulados a partir de agora será tributada direto na fonte com a alíquota referente ao período nos quais os valores seriam devidos, e não mais no período do recebimento.



Segundo o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, o contribuinte que estava inserido na faixa de isenção do IR que venha a receber um valor referente a salários que não haviam sido pagos por um período, caso tenha de declarar esses ganhos na declaração normal, passava antes dessa regra a pagar o imposto.



“Isso acontecia porque ela somava esses ganhos acumulados, geralmente que eram depositados após processos judiciais, ao rendimento regular do ano. Assim, ele passava a outra faixa de contribuição e era sobretaxado. Agora, esses valores serão corrigidos pelo período em que deveria receber. Portanto, se ele era isento, deve permanecer isento”, explicou.



Isso ocorre porque será levada em consideração a quantidade de meses sobre os quais os rendimentos são referentes. Se a pessoa receber uma quantia de R$ 20 mil, por exemplo, referente a dez meses de trabalho que não haviam sido pagos em 2009, é como se ela ganhasse R$ 2 mil por mês.



Pela tabela progressiva do IR em vigor, isso colocaria a pessoa na faixa que paga a alíquota de 7,5% de IR, segundo a regra nova. Pela regra antiga, esses R$ 20 mil se somariam aos rendimentos normais do ano, colocando a pessoa na faixa de contribuição de 27,5%.



A regra foi determinada em uma medida provisória de julho do ano passado e agora foi posta em prática pela Receita. Assim, ela só poderá ser aplicada sobre esses rendimentos acumulados que sejam pagos em 2011, não importando sobre quais anos eles são referentes. Para os pagamentos realizados em 2010, o contribuinte terá a opção de, na declaração deste ano, escolher que eles sejam tributados pela regra nova, na fonte, ou pela antiga.

 
 
   

MAIS NOTÍCIAS RELACIONADAS

Associação Paulista de Estudos Tributários - 21/02/2011
Novo imposto para saúde divide opiniões
Associação Paulista de Estudos Tributários - 21/02/2011
Confederação de metalúrgicos questiona concessão de benefícios fiscais na Bahia
Supremo Tribunal Federal - 21/02/2011
STF – Venda de salvados por seguradoras não está sujeita ao ICMS
- Jornal do Comércio - RS - 22/02/2011
Receita Federal criará Centro de Riscos Aduaneiros
Diário do Comércio - SP - 18/02/2011
Governo reduz imposto de importação para 417 itens
Câmara dos Deputados Federais - 18/02/2011
Projeto reduz carga tributária sobre reforma de pneus
Câmara dos Deputados Federais - 18/02/2011
Proposta estabelece correção automática da tabela do IR
IOB News - 18/02/2011
Conduta revestida de boa-fé afasta pena de perdimento de mercadoria importada
IOB News - 18/02/2011
Empresa não pode ser prejudicada pela demora na análise de seu pedido de revisão do parcelamento do débito
Superior Tribunal de Justiça - 18/02/2011
Precatório oferecido à penhora pode ser recusado pelo fisco
SECOM-MT - 14/02/2011
Estados do Nordeste se unem a MT por divisão do ICMS sobre vendas pela internet
Associação Paulista de Estudos Tributários - 14/2/2011
Não deve incidir contribuição previdenciária sobre os valores pagos a título de participação nos lucros e resultados
Associação Paulista de Estudos Tributários - 14/2/2011
Entre março e junho contribuinte deve negociar Refis
STF - 14/02/2011
Extinta punibilidade de José Tatico em ação por sonegação fiscal
Tribunal Superior do Trabalho - 10/02/2011
TST - Turma decide sobre isenção de IR em verbas rescisórias
Ordem dos Advogados do Brasil - 10/02/2011
OAB - Presidente da OAB diz que cobrança do ICMS é guerra entre Estados
Superior Tribunal de Justiça - 10/02/2011
STJ - Redução de ICMS na saída não permite crédito integral na entrada de mercadorias
Supremo Tribunal Federal - 10/02/2011
STF – Metalúrgicos questionam benefícios fiscais à importação de produtos siderúrgicos no MS
Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região - 11/02/2011
TRT14 - Receita altera IR sobre ações trabalhistas e atrasados do INSS
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás - 11/02/2011
TJGO - Juiz reconhece depósito judicial para suspensão de exigibilidade de crédito não tributário