SAIR
 
AXNews
Newsletter Aluísio Xavier
 
   
InfoMoney - 14/02/2011 | IMOBILIÁRIO
SP: imóveis econômicos representam até 57% dos lançamentos no interior
AUMENTAR A LETRA DIMINUIR A LETRA
SÃO PAULO - Os empreendimentos econômicos se destacaram nos lançamentos do interior de São Paulo. Segundo levantamento do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), os segmentos de dois dormitórios sem elevador e/ou econômicos representaram 57,2% dos lançamentos na cidade de Sorocaba.

Já nas cidades de São José do Rio Preto, Bauru e Campinas, os empreendimentos econômicos corresponderam a 47,1%, 42,4% e 42,2%, respectivamente. Em Jundiaí, esses imóveis representaram 33,8% dos lançamentos.

Segundo o Secovi, as facilidades na concessão de crédito bancário para a compra de imóvel, com destaque para o Minha Casa,; facilida Minha Vida, e o aumento da renda das famílias das classes C e D impulsionaram o lançamento dos empreendimentos econômicos, cuja viabilidade requer produção em escala.

O estudo foi realizado em diferentes períodos. Em maio de 2010, o levantamento ocorreu em São José do Rio Preto, quando o número de lançamentos atingiu 3.298 unidades; em julho de 2010, foi em Campinas (19.773 unidades lançadas), em setembro de 2010, em Sorocaba (10.039 unidades lançadas), em novembro de 2010, em Jundiaí (11.066 unidades lançadas), e em janeiro de 2011, em Bauru (4.799 unidades lançadas).

Preferência
Ainda de acordo com o levantamento, os imóveis do segmento econômico mais procurados foram os de 46 a 65 metros quadrados, com exceção para a cidade de São José do Rio Preto, que teve um número superior de unidades lançadas com até 45 m2.

Já em relação ao preço do metro quadrado, o valor vai de R$ 2 mil a R$ 2,3 mil, dependendo do município. Campinas é a cidade onde os preços são mais caros (R$ 2,3 mil). Já em São José do Rio Preto e Sorocaba, o valor do metro quadrado dos imóveis do segmento econômico é de R$ 2 mil.

Nas cidades de Bauru e Jundiaí, o preço do metro quadrado é de R$ 2,1 mil e R$ 2,2 mil, respectivamente.
 
 
   

MAIS NOTÍCIAS RELACIONADAS

Folha de São Paulo - 20/02/2011
Gesso resolve tudo
Folha de São Paulo - 20/02/2011
"Pacificação" aumenta o valor dos imóveis
Agência Estado - 17/02/2011
CEF inicia retomada de imóveis de programa na BA
Canal Executivo - 17/02/2011
Imóveis de dois quartos representaram mais da metade das vendas de dezembro em São Paulo
Canal Executivo - 17/02/2011
Venda de imóveis na cidade de São Paulo cresceu 51,7% em dezembro
InfoMoney - 17/02/2011
Preço de apartamentos usados sobe 1,8% em janeiro no Brasil
InfoMoney - 17/02/2011
Ano de 2010 foi de recuperação de lançamentos de imóveis residenciais
Reuters - 17/02/2011
Índice da Fipe aponta maior alta de preços de imóveis no Rio
Folha.com - 17/02/2011
Lançamento de imóveis cresce 18% em SP em 2010, aponta Secovi
Agência EFE - 16/02/2011
Ritmo de construção de casas nos EUA cresce 14,6% em janeiro
InfoMoney - 16/02/2011
Valor médio da cota de consórcios de imóveis cresce 14% em 2010
Folha.com - 11/02/2011
Construção civil espera crescer mais que o PIB em 2011
InfoMoney - 11/02/2011
Minha Casa, Minha Vida: SindusCon pede aumento do valor limite por unidade
Folha.com - 10/02/2011
Trabalhadores da construção civil fazem greve na Bahia
InfoMoney - 14/02/2011
Lançamentos e vendas de imóveis de luxo devem ficar estáveis em 2011
InfoMoney - 14/02/2011
SP: imóveis econômicos representam até 57% dos lançamentos no interior
InfoMoney - 14/02/2011
Preços de imóveis atingiram pico em 2010, diz Secovi-SP
Valor Online - 11/02/2011
Novo índice pode ajudar a identificar bolha imobiliária, diz FGV
Reuters - 11/02/2011
Índice da FGV aponta alta de 33,5% em imóveis comerciais em 2010
InfoMoney - 11/02/2011
Imóveis comerciais renderam 738% desde 2000, revela novo índice