SAIR
 
AXNews
Newsletter Aluísio Xavier
 
   
Folha.com - 11/02/2011 | IMOBILIÁRIO
Construção civil espera crescer mais que o PIB em 2011
AUMENTAR A LETRA DIMINUIR A LETRA
A construção civil espera crescer 6% este ano, "mais que a indústria como um todo e acima do índice esperado para o PIB [Produto Interno Bruto]", segundo informou o presidente da Cbic (Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil), Paulo Safady.
Uma expansão "significativa porque parte de uma base negativa em 2009 e que, em 2010, foi de 11%", destacou o empresário, depois de sair de encontro com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior.
As obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e os megaeventos esportivos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 "serão o motor do desenvolvimento" do setor nos próximos anos, assegurou Safady.
Na audiência com a ministra, vários projetos foram discutidos, como o Sanear é Viver, que a entidade apresentou ao governo e que prevê investimentos de R$ 3 bilhões nas companhias de saneamento estaduais e municipais.
Entre as sugestões da Cbic está a criação de um fundo federal para ajudar as companhias de saneamento a planejar a ampliação da infraestrutura, com compensações por recursos recebíveis e isenções tributárias. O projeto deverá se desenvolver até 2022, segundo Paulo Safady.
Ele também discutiu com a ministra do Planejamento a implementação de programas de capacitação profissional de beneficiários do Bolsa Família, por meio do projeto Próximo Passo, que já conta com a participação do Sistema S (entidades ligadas às confederações patronais que cuidam da assistência social e da educação profissionalizante de trabalhadores da indústria, do comércio e dos transportes, como Sesi, Sesc, Senai, Senac e Senat).
Paulo Safady disse que a profissionalização "é um dos gargalos vividos hoje no país, na questão da oferta da mão de obra qualificada".
A Cbic também levou à ministra Miriam Belchior planos para a execução do projeto Esplanada Sustentável, que envolve a recuperação de prédios da Esplanada dos Ministérios, em Brasília.
 
 
   

MAIS NOTÍCIAS RELACIONADAS

Folha de São Paulo - 20/02/2011
Gesso resolve tudo
Folha de São Paulo - 20/02/2011
"Pacificação" aumenta o valor dos imóveis
Agência Estado - 17/02/2011
CEF inicia retomada de imóveis de programa na BA
Canal Executivo - 17/02/2011
Imóveis de dois quartos representaram mais da metade das vendas de dezembro em São Paulo
Canal Executivo - 17/02/2011
Venda de imóveis na cidade de São Paulo cresceu 51,7% em dezembro
InfoMoney - 17/02/2011
Preço de apartamentos usados sobe 1,8% em janeiro no Brasil
InfoMoney - 17/02/2011
Ano de 2010 foi de recuperação de lançamentos de imóveis residenciais
Reuters - 17/02/2011
Índice da Fipe aponta maior alta de preços de imóveis no Rio
Folha.com - 17/02/2011
Lançamento de imóveis cresce 18% em SP em 2010, aponta Secovi
Agência EFE - 16/02/2011
Ritmo de construção de casas nos EUA cresce 14,6% em janeiro
InfoMoney - 16/02/2011
Valor médio da cota de consórcios de imóveis cresce 14% em 2010
Folha.com - 11/02/2011
Construção civil espera crescer mais que o PIB em 2011
InfoMoney - 11/02/2011
Minha Casa, Minha Vida: SindusCon pede aumento do valor limite por unidade
Folha.com - 10/02/2011
Trabalhadores da construção civil fazem greve na Bahia
InfoMoney - 14/02/2011
Lançamentos e vendas de imóveis de luxo devem ficar estáveis em 2011
InfoMoney - 14/02/2011
SP: imóveis econômicos representam até 57% dos lançamentos no interior
InfoMoney - 14/02/2011
Preços de imóveis atingiram pico em 2010, diz Secovi-SP
Valor Online - 11/02/2011
Novo índice pode ajudar a identificar bolha imobiliária, diz FGV
Reuters - 11/02/2011
Índice da FGV aponta alta de 33,5% em imóveis comerciais em 2010
InfoMoney - 11/02/2011
Imóveis comerciais renderam 738% desde 2000, revela novo índice