SAIR
 
AXNews
Newsletter Aluísio Xavier
 
   
O Estado de Minas - MG - 18/02/2011 | DIREITO DO CONSUMIDOR
Demora em recall rende mais multas
AUMENTAR A LETRA DIMINUIR A LETRA
Toyota e Caoa, que representa a Subaru no Brasil, vão pagar R$ 1,5 mi por lentidão ao convocar donos do Corolla e Tribeca


Daniel Camargos


Corolla batido em BH: proprietária diz que acidente ocorreu porque o tapete se prendeu no pedal, falha que obrigou a Toyota a fazer recall


O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão do Ministério da Justiça, aplicou ontem duas multas de R$ 490.619,40 ao grupo Caoa, que representa a fabricante de automóveis japonesa Subaru no Brasil, e outra no mesmo valor à Toyota. O motivo é o mesmo: negligência no recall dos modelos Tribeca e Corolla, respectivamente, o que pôs em risco a vida dos motoristas e passageiros.

“Quando o fato envolve a saúde e segurança do consumidor, não pode haver demora”, disse a diretora do DPDC, Juliana Pereira. “O Código de Defesa do Consumidor é absolutamente claro ao determinar que a comunicação deve ser imediata”, completou. Toyota e Subaru se juntam a Fiat, Volkswagen e Chevrolet e entram para o grupo das montadoras que já foram multadas pelo órgão.

De acordo com o DPDC, a demora para o chamado do Corolla foi de 60 dias. A Subaru também demorou dois meses em um modelo do Tribeca e 25 dias em outro. “Entre o conhecimento do risco, as reclamações que aconteceram e a ação efetiva, houve um lapso temporal que não é razoável”, criticou Juliana Pereira. Segundo a diretora do DPDC, a demora foi o fundamento para a aplicação das multas.

O caso da Toyota é emblemático. Envolvida na maior crise da história do automóvel, com aproximadamente 11 milhões de veículos incluídos em campanha para reparo em todo o mundo, a fabricante japonesa negou que as unidades do Corolla fabricadas em Indaiatuba (SP) estivessem com problema de aceleração espontânea, que levou os motoristas a perderem o controle do veículo e, em alguns casos, a se envolverem em acidentes.
Em janeiro do ano passado, o Estado de Minas publicou o primeiro relato de uma moradora de Belo Horizonte com problemas com o carro.

Seguiram-se outras nove reportagens com proprietários do Corolla, incluindo uma belo-horizontina que bateu o carro na garagem e alegou que o acidente foi causado pelo disparo do acelerador. Em abril do ano passado, o Ministério Público Estadual chegou a conseguir liminar que proibiu temporariamente as vendas do carro em Minas Gerais.

Sob ameaça do DPDC de ter as vendas suspensas em todo o território nacional a montadora japonesa foi obrigada a fazer o recall de 107 mil unidades. O procedimento consistiu na troca dos tapetes e na orientação de como manuseá-lo de forma correta. Nos EUA, a NHTSA, órgão de segurança de trânsito do país, multou a Toyota em US$ 16,3 milhões por demorar a tomar uma atitude.

Já o primeiro problema no Subaru Tribeca foi comunicado em janeiro de 2009. A falha detectada foi a possibilidade da instalação incorreta do sensor de sistema eletrônico VDC (controle dinâmico do veículo, que pode deixar o veículo instável). O outro problema foi a demora em alertar sobre a possibilidade de quebra do braço de ancoragem lateral da suspensão traseira do veículo, o que poderia gerar acidentes.
 
 
   

MAIS NOTÍCIAS RELACIONADAS

Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor - 21/02/2011
IDEC - Consumidor deve ficar atento se o preço da etiqueta é o mesmo no caixa
O Estado de Minas - MG - 18/02/2011
Demora em recall rende mais multas
Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte - 18/02/2011
Inadimplência em locação de imóvel gera condenação
Agência Brasil - 18/02/2011
Defesa do Consumidor multa empresas que demoram a fazer recall de produtos com defeito
IOB News - 18/02/2011
Ex-bancário condenado por desaparecimento de dinheiro de agência
Superior Tribunal de Justiça - 18/02/2011
Revendedora e fabricante respondem por defeito apresentado em carro zero
Tribunal de Justiça de Santa Catarina - 17/02/2011
Tribunal mantém pensão a mulher que engravidou enquanto usava anticoncepcional
Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas - 17/02/2011
Tribunal condena Banco Panamericano a pagar indenização de R$ 15 mil por danos morais
OAB/SC online - 17/02/2011
OAB - Código de Defesa do Consumidor vai mudar para abranger internet
Superior Tribunal de Justiça - 17/02/2011
Sócio avalista não pode recorrer em lugar de empresa que perdeu prazo
Tribunal de Justiça de Santa Catarina - 14/02/2011
TJSC - Dono de choperia de Joinville pagará indenização por agressão a cliente
Superior Tribunal de Justiça - 14/02/2011
STJ - Patrimônio em nome do controlador prova intenção de fraude e permite desconsideração da personalidade jurídica
Tribunal de Justiça de São Paulo - 14/02/2011
TJSP - Técnico de futebol não terá que indenizar jornalistas
Tribunal de Justiça do Estado do Mato Grosso do Sul - 14/02/2011
TJMS - 1ª Turma Cível condena seguradora a pagar apólice
Exame.com - 09/02/2011
Consumidor pode buscar indenização por falta de luz
TJ Rio Grande do Norte - 04/02/2011
TJRN - Falta de prova impossibilita indenização por danos morais
Ministério Público do Rio de Janeiro - 11/02/2011
MPRJ - Liminar requerida pelo MP obriga Americanas.com a respeitar prazo de entrega de produtos
Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul - 11/02/2011
TJRS - Editora condenada por uso indevido de imagem
Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul - 11/02/2011
TJRS - Editora condenada por uso indevido de imagem
Superior Tribunal de Justiça - 11/02/2011
STJ - Reduzida indenização a homem inscrito em cadastro de devedor após ter documentos roubados