AXNews
Newsletter Aluísio Xavier
 
Jornal do Commercio - RJ - 22/02/2011 - VAREJO
Inmetro e Fiat assinam protocolo para desenvolver tecnologias
Um protocolo de intenção para o desenvolvimento de novas tecnologias para o setor automotivo foi assinado nesta segunda-feira (21) em Xerém, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, entre o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) e as empresas FiatPowertrain e FPT Industrial.

Presente à solenidade, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, destacou que o acordo significava o reconhecimento da qualidade do trabalho do Inmetro, órgão subordinado à pasta.

“Estamos buscando uma interação, uma interlocução mais estreita com o setor privado, para que o Inmetro possa desenvolver o seu trabalho, não para criar regras metrológicas que atrapalhem a indústria. Ao contrário, para criar regras que ajudem a produção nacional. Esse acordo é um passo importante nessa direção”, disse o ministro.

Segundo Pimentel, o acordo poderá ser estendido posteriormente a outras montadoras. “Esperamos que seja um exemplo”. O presidente do Inmetro, João Jornada, afirmou que o protocolo representava a contribuição direta do órgão no processo de inovação da indústria automobilística brasileira, visando a ampliar a sua competitividade.

A parceria firmada pelo Inmetro e a Fiat prevê a troca de informações técnicas e científicas e a realização de pesquisas conjuntas, que envolverão investimentos superiores a R$ 4 milhões. Entre elas, destaca-se o estudo de um motor para veículos comerciais leves, movido a combustível com 30% de biodiesel e 70% de diesel em sua composição.

O veículo com esse conceito deverá ser apresentado ao governo brasileiro até 2013. Segundo o Inmetro, a meta é, ao mesmo tempo, melhorar a qualidade do produto, reduzir custos e diminuir a emissão de gases causadores de efeito estufa na atmosfera.

O ministro Fernando Pimentel inaugurou, também em Xerém, o Museu do Inmetro, com a exposição Metrologia, História e Evolução. Ele conheceu ainda que os novos laboratórios das Divisões de Materiais e de Química e o Laboratório de Motores.